Representante de AMREC tratam do edital do pedágio da BR-101 em Brasília

Publicado em 11/02/2020 às 17:02 - Atualizado em 11/02/2020 às 17:02


Créditos: Divulgação Baixar Imagem

Intermediados pela Federação Catarinense de Municípios (FECAM), a ministra do Tribunal de contas, Ana Arrais, recebeu hoje (11/02) no final da manhã, em Brasília, uma comitiva do sul catarinense para tratar do edital de pedagiamento da BR-101. O prefeito de Forquilhinha, Dimas Kammer e o diretor executivo da AMREC, Lei Alexandre, estiveram na audiência, assim como os deputados federais Ricardo Guidi, Daniel Freitas, Carmen Zanotto e Ângela Amin e o deputado o Estadual Wolnei Webber.

A audiência é no intuito que a ministra atenda a medica cautelar protocolada há algumas semanas pela FECAM e as demais associações de municípios de sul, para suspender o leilão, marcado para a semana que vem. As alegações vão desde a contagem de trafego, que foi apontado erros pelo Tribunal de Contas, e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) não atendeu; e obras já realizadas pelos Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), onde foi realizado pelo menos 30km de pistas paralelas e que ainda constam no edital de licitação.

“Os argumentos são plausíveis de suspensão para recontagem. Esperamos que ela atende nosso pedido e assim vamos redimensionar as quatro praças de pedágio”, afirma do diretor executivo da AMREC, Lei Alexandre.


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar