Compartilhar share

“A pandemia não pode ser utilizada como desculpa”, disse Gildo Volpato

Publicado em 30/11/2021 às 18:09 - Atualizado em 03/12/2021 às 00:40


Créditos: Antonio Rozeng Baixar Imagem

Essa foi a declaração do conselheiro Estadual de Educação, e ex-reitor da Unesc, Gildo Volpato. Segundo ele, “a pandemia pode ser utilizada como desculpa para alcançar as metas. E isso a gente não gostaria que acontecesse”, afirmou o professor no discurso de abertura da etapa regional da Conferência Nacional de Educação (CONAE). O evento está acontecendo no Auditório Ruy Hülse, na Unesc, durante essa terça-feira (30/11), e define o plano e metas para os próximos 10 anos.

Conselheiros, secretários e gestores ligados à educação das 12 cidades ligadas a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) participaram do evento. Segundo Gildo, com essa desculpa, quem perde é a educação. “São as crianças e jovens que estão perdendo, com a melhoria da qualidade da educação para todos nós”, declarou o professor.

O evento vai até às cinco da tarde, com previsão da etapa estadual em abril de 2022, e em novembro a Nacional. O CONAE, em definição pelo site do Ministério da Educação, é um espaço democrático aberto pelo Poder Público para que todos possam participar do desenvolvimento da Educação Nacional, com objetivo canalizar as aspirações e expectativas da sociedade brasileira, construindo com os Poderes Executivos e Legislativos propostas para a definição e implementação de políticas públicas de educação.

Na mesa de abertura, ainda estavam presentes o presidente da AMREC e prefeito de Orleans, Jorge Koch; a presidente do Colegiado de Educação da AMREC e secretaria de educação de Orleans, Maira Regina Luiz; gerente regional de educação de Criciúma, Ronisi Silva Guimarães; a reitora da Unesc, Luciane Ceretta, as representantes dos fóruns de educação dos municípios da AMREC, professora doutoranda Gislene dos Santos Sala, pelo Fórum de Educação de Criciúma e Isabel Patrícia Oliveira de Souza Martins, pelo Conselho Municipal de Educação de Içara.

A presidente do Colegiado de Educação da AMREC, Maira Regina, destacou a unidade entre municípios. “Precisamos fortalecer a união entre os municípios, e dentro dos municípios as redes educacionais nos diferentes níveis de ensino”, disse afirmando que a única bandeira hoje é o Conae.

O presidente da AMREC, Jorge Koch, falou em oportunidade. “É importante oferecer oportunidade, para conduzir o aluno do fundamental até a universidade”, declarou o prefeito.

Programação e metas

Após a mesa de abertura, a secretaria de educação do município de Içara, Rose Margareth Reynaud Mayr, fez a leitura do Regimento Interno, que depois foi a votação pela plenária.

Na seqüência, e ainda no período da manhã, foi ministrada a palestra “Regimento de colaboração: Estado e municípios comprometidos com o alcance das metas nacionais”, pelos professores Gildo Volpado e Gislene dos Santos Sala.

As metas do PNE 2014/2024 são educação infantil; ensino fundamental I, ensino médio; inclusão; alfabetização infantil; educação integral,; qualidade da educação básica (Ideb); elevação da escolaridade/diversidade; alfabetização de jovens e adultos; EJA integrada; educação profissional; educação superior; qualidade da educação superior; pós-graduação; profissionais da educação; formação; valorização dos profissionais do magistério; planos de carreira; gestão democrática e financiamento da educação.


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar